terça-feira, 30 de dezembro de 2008

além

Dizem que o Universo ora conspira a nosso favor, ora contra nós. Eu acho que somos nós mesmos os donos da conspiração. Que 2009 seja um ano em que nenhuma inércia se exerça sobre nós! Vamos todos conspirar a nosso favor!

Olá 2009, eu sou a Daniela!




Estou além - Antonio Variaçoes

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

prendas e cuscurões da Mila

O Natal, para mim, nunca foi uma época de harmonia e felicidade e amor a jesus cristo. Nunca fui a uma missa do galo e, verdadeiramente, era a tradição da meia-noite que me fazia estar acordada no sofá...para abrir as prendas, que muitas ou poucas, provocavam sempre enorme entusiasmo!
Ao contrário da maior parte das pessoas, no fim de velha é que descobri a tal "harmonia" (embora continue sem fé no menino jesus) e fico contente por saber que amanhã à noite vou estar em casa a jantar com a família (incompleta - come-notas, tu trabalhas muito!). E a meia noite vai ser o momento menos esperado, mesmo continuando a gostar de receber presentes ;p. É o apelo do carinho que sinto pela minha casa distante e o amor da Mila que me fazem rejubilar neste Natal.
Não, não vamos falar dos cuscurões da Mila (e das filhozes e do doce de três sabores, etc.), senão começo a salivar antes do tempo!

E pronto: tudo isto para desejar a todos, e cada um à sua maneira, um Feliz Natal!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

estado de sitio



Porque temos de nos reinventar a toda a hora e muitas vezes juntar os pedaços que nos rasgam.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

sintonizados na mesma frequência...



Um cartoon irónico sobre uma questão interessante: uma pessoa nunca sabe o que vai na cabeça de outra.....

domingo, 7 de dezembro de 2008

I want to be the chosen one!

Kung Pow: Enter the Fist - Original Trailer

Para quem ainda não viu, o Kung Pow vai passar amanhã na SIC. É caso para dizer: weeeou weeouh weeeeeeee... LOL

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

sábado, 15 de novembro de 2008

street code mode

A qualquer momento vou receber uma chamada com a data e a hora do exame de código. Qual é o stress? Passo a explicar: inscrita desde Março de 2007 na escola de condução, raras e muito espaçadas entre si foram as vezes que fui às aulinhas. Agora a trabalhar longe da escola, que antigamente era mesmo ao lado de casa, decidi dar um passo em frente e pedi para ir a exame. Isto quer dizer que vou ter qualquer coisa como 8 ou 10 dias para estudar o código. Para quem trabalha e anda sem motivação isto é um bocado perigoso. Aqui está o desabafo.

E agora o grito de guerra (com fita vermelha na testa e barba por fazer): Uuuhuuuuuuuu!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

[cali]fornication

Recomenda-se esta pérola a qualquer mente aberta ou retrógada, porque quer numa quer na outra os efeitos vão-se fazer sentir. Humor, sarcasmo, algum realismo, alguma ficção, bons actores e um bom enredo. Uma série surpreendente e um incrível turnaround na carreira do David Duchovny. Deixo aqui uma pequena amostra, mas acreditem que vale a pena ver.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

domingo, 26 de outubro de 2008

borboleta voa voa

Lucy - It's raining men - 07/09/08

Sao poucas as palavras que tenho para classificar esta cena que agora se repete nas manhas televisivas dos mais pequenos. Posso, no entanto, admitir que encontrei um motivo pelo qual já nao posso criticar as minhas amigas que confessam nao querer ter filhos...

sábado, 25 de outubro de 2008

crisis

A crise é uma coisa séria sobre a qual se deve conversar e cuja origem e término devem ser por todos discutidos. Sim. Mas ponho-me a pensar mais profundamente sobre o conceito de crise e fico logo repleta de dúvidas.

É que sinceramente eu tenho estado em crise, mesmo antes de esta ter sido anunciada. Crise existencial porque nao existe mercado de trabalho compatível com a minha formacao; crise financeira porque ganho pouco e já sou independente e crise emocional porque só me apetece chorar quando penso que poderia ter nascido num país desenvolvido e vim aqui parar.
Posto isto, podemos voltar ao tema principal: a crise financeira que afecta a banca e por conseguinte uma data de empresas. O que eu acho mais fantástico? Ler nos jornais as sabidas palavras (sim sabidas,em vez de sábias) dos experts na matéria. Todos dizem o mesmo: quem vai pagar esta crise sao os mais desfavorecidos, a classe média/média-baixa...

Este post nao é uma análise da crise, apenas o manifesto de um sentimento de crise... porque eu nao quero dissecar um assunto sobre o qual nao tenho competencias para falar.

sábado, 18 de outubro de 2008

musica toda poderosa

Grande publibidade!

Todos ao teatro

video

Um Violino no Telhado de Filipe La féria. Mais um bom espectáculo, que eu ainda não vi, mas ao qual espero conseguir assistir brevemente. E por uma razão muito forte: tenho um amigo de infância, que agora já é um homenzinho!, que anda por ali a cantar e a dançar com uma barba postiça! É verdade. Aqui fica uma pequena homenagem ao Pedro Simões - um exemplo de determinação. Parabéns! Espero assistir a esta cena e bater palmas de pé numa das filas da frente para que me vejas toda orgulhosa de ti :) E já agora, um convite a todos os que por aqui passem: vamos ao teatro!


Local: Rivoli
Horários: 2ª a 6.ª - 10h às 22h Sábado - 14h às 22h Domingo. - 14h às 18h

terça-feira, 14 de outubro de 2008

um minuto de poesia

"Poesia urbana sobre prédios e concreto" -Cubos, de Pedro de Lima Marques, 2008

Podem ver mais em http://www.festivaldominuto.com.br

domingo, 12 de outubro de 2008

by the shore

...you know something's left and we're all allowed to dream of the next time we touch...

em modo de introspecção

terça-feira, 26 de agosto de 2008

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

nenhum olhar


Penso: nunca ninguém se lembra de procurar as coisas onde elas estão, porque nunca ninguém sabe o que pensa o fumo, ou as nuvéns, ou um olhar. E tu.


in "Nenhum Olhar", José Luís Peixoto

terça-feira, 19 de agosto de 2008

bird girl



Ouvi este senhor pela primeira num dueto com a Bjork no tema "The Dull Flame of Desire" - que é lindíssimo e pertence ao album "Volta".
Chama-se Antony Hegarty e tem esta voz. E também tem uma banda: Antony & The Johnsons. Esta faixa pertence ao filme "Before Night Falls" (que ainda vou ver) e essa loira do vídeo é o Johny Depp.

Vale a pena espreitar e ouvir a discografia no last.fm

" I am a bird girl now
I've got my heart
Here in my hands now
I've been searching
For my wings some time
I'm gonna be born
Into soon the sky
'Cause I'm a bird girl
And the bird girls go to heaven
I'm a bird girl
And the bird girls can fly
Bird girls can fly"

sábado, 16 de agosto de 2008

Declare Independence


Resumo das férias, que foram/estão a ser revitalizantes: don't let them do that to you! Há que recarregar baterias e ir à luta ;)

I'm on my way!

E sim, o concerto da Björk no SW 08' foi potente (apesar de ela já estar a cantar quando cheguei... mas isso são outras contas...)

terça-feira, 12 de agosto de 2008

caminhando


[Ilha do Pessegueiro]

Se uma vida não chegar,
Hei-de ter cem vidas mais...
Quantas mais ditar o coração.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

miss american nightmare




"I’m Miss American Dream since I was 17" - Piece of Me - Britney Spears

Está tudo dito. O sonho americano em pleno século XXI. Se quiserem ter um ataque de asma vejam o vídeo no YouTube. Confesso que fui ver a letra completa e que até me parece um bom manifesto contra o assédio dos paparazzi, mas o resultado final não me parece um grito do ipiranga, mas sim uma tentativa desesperada de vender CD's. Tipo: antes era a virgem da Pop, agora é a rebelde da Pop-hip-popada... A rapariga canta pessimamente e a produção deste single não chega aos calcanhares dos Santa Maria, por exemplo - acho que a Falésia do Amor é bem mais interessante do que esta musiqunha, sempre tem um entusiasta "here we go, here we go"! Simplesmente mau.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

domingo, 6 de julho de 2008

Os indianos é que curtem!

Indian Thriller



Indian Superman



LITTLE INDIAN BOY DANCING



Crazy Indian Music Video

Agarrem-me que vou-me a ele

Deolinda- Fado Toninho

Os Deolinda são muito bons. Vejam alguns videos deles no Youtube. Quem gostar deste "novo" fado e de música tradicional portuguesa, popular mesmo (mas não pimba), com letras inteligentes vai deliciar-se com estes alfacinhas.

Eu gosto.

:D

sábado, 21 de junho de 2008

Porque nada é eterno e apenas a saudade permanece

É URGENTE O AMOR

É urgente o amor
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
Ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
Multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e risos
e manhãs claras.

Cai o silêncio no pano e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.


Eugénio de Andrade

terça-feira, 17 de junho de 2008

Imaginarium

O maravilhoso mundo da Disney...
Sim, muito dinheiro, muito markting, mas o essencial para uma infância inocente, esperançosa e alegre: muita magia!
Eu fui feliz a ver e rever cada um destes filmes (faltam aqui muitos, só tirei videos de alguns....)!
Obrigada Mummy por não me teres negado todos os VHS que agora teremos de substituir por DVD's de tão gastas que ficaram as cassetes...e fora de moda - lol ;)


Aladin - Um mundo ideal



Pocahontas - Quantas Cores o Vento Tem



O Rei Leão - O Ciclo Da Vida



Tarzan- You´ll Be In My Heart (Portuguese Version)



A Bela e o Monstro - Sentimentos



Mice Song - Cinderella (PortugueseBR)



Mogli, Baloo, e somente o necessário



O Corcunda De Notre Dame - Música de Esmeralda



A Goofy Movie- After Today (Portuguese Version)

Feist - at last we meet

Faz hoje precisamente uma semana, estive no Coliseu do Porto a dançar e a cantar ao som da voz da Leslie Feist. Não desiludiu, muito pelo contrário: a voz dela é incrível ao vivo, teve uma grande empatia com o público e no seu conjunto, todas as actuações reflectiram a grande originalidade que lhe é característica. É caso para dizer: Mushabooom!

segunda-feira, 16 de junho de 2008

TV CREDO- O Crime do Padre Amaro

Bons momentos de humor protagonizados pelo Herman e sobretudo pela boa trupe que sempre o rodeou. Revejam este episódio, brutal! :p

Parte I


Parte II


Parte III

Os Contemporâneos - 50 anos Bossa Nova

Especta cular, como diz uma certa jovem emigrada em Bremen ;) Esta é para ti Sand*

lolol

Saudade* :p

elsinore



Nenhuma relação é mais íntima do que esta.
Pensar, escrever, ler e assimilar.
Ideias, sentimentos.
Aceitar, contestar, mas sobretudo conhecer.
Conhecimento e Emoção.
Devemos falar, devemos escrever, devemos transmitir.
Benvindos a Elsinore:o lugar onde as palavras nos abraçam e nos fazem pensar, como o poema.

"you are welcome to elsinore "


Entre nós e as palavras há metal fundente
entre nós e as palavras há hélices que andam
e podem dar-nos morte violar-nos tirar
do mais fundo de nós o mais útil segredo
entre nós e as palavras há perfis ardentes
espaços cheios de gente de costas
altas flores venenosas portas por abrir
e escadas e ponteiros e crianças sentadas
à espera do seu tempo e do seu precipício

Ao longo da muralha que habitamos
há palavras de vida há palavras de morte
há palavras imensas, que esperam por nós
e outras, frágeis, que deixaram de esperar
há palavras acesas como barcos
e há palavras homens, palavras que guardam
o seu segredo e a sua posição

Entre nós e as palavras, surdamente,
as mão e as paredes de Elsinore

E há palavras nocturnas palavras gemidos
palavras que nos sobem ilegíveis à boca
palavras diamantes palavras nunca escritas
palavras impossíveis de escrever
por não termos connosco cordas de violinos
nem todo o sangue do mundo nem todo o amplexo do ar
e os braços dos amantes escrevem muito alto
muito além do azul onde oxidados morrem
palavras maternais só sombra só soluço
só espasmos só amor só solidão desfeita

Entre nós e as palavras, os emparedados
e entre nós e as palavras, o nosso dever falar



© 1957, Mário Cesariny
From: Pena Capital
Publisher: Assírio & Alvim, Lisbon, 2004
ISBN: 972-37-0512-5

domingo, 15 de junho de 2008

um ano: silêncio, calma e sombra

Que acontece a uma música,
quando deixa de soar;
e a uma brisa que deixa
de voar,
e a uma luz que se apaga?
Morte, diz: que és tu, senão silêncio,
calma e sombra?

:: Juan Ramón Jiménez ::

domingo, 8 de junho de 2008

Rock in Rio 2008

06.06.08



Segunda vez presente no Rock in Rio - a primeira foi na estreia em 2004 para ver Ben Harper. Desta vez, a surpresa foi um bilhete oferecido, a custo zero. A viagem valeu a pena: as muitas horas na estrada, desde o Porto até à Bela Vista, levaram-me até uma noite de boa música, sobretudo graças à prestação dos Muse. Concerto espectacular! Sem dúvida o melhor momento da noite :)


Os Kaiser Chiefs também deram um bom concerto e os The Offspring, apesar de o som não estar grande coisa, fizeram-me sentir teen (na casa dos 13!) novamente. Já os Linkin Park foram uma surpresa porque não sou fã e sempre tive a ideia de que eles não cantavam nada ao vivo. Enganei-me: foi um bom concerto :p

Starlight
- Muse:

(no title) - Muse


Rock in Rio: eu fui, não paguei e curti milhões... LOL

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Divine - SEBASTIEN TELLIER

FRANCE EUROVISION 2008

Este festival foi muito bem disposto! Era dispensável era que as piores músicas ficassem no topo da tabela, mas pronto...

El baile del chiki chiki

Tal como prometido, minha querida Sarinha, aqui fica a loucura musical... Para rir, muito ;)

domingo, 27 de abril de 2008

pequenas coisas em momentos maiores

Pequeninura do morto e do vivo

O morto
abre a terra: encontra um ventre

O vivo
abre a terra: descobre um seio


Mia Couto in "Raiz de Orvalhos e outros poemas"

sexta-feira, 25 de abril de 2008

ouves a liberdade?



Infelizmente nos dias de hoje faz-se pouco pela Liberdade. Fica aqui uma música dos Deolinda, uma banda lisboeta promissora, na minha opinião, que pinta de forma colorida o retrato desta nossa "luta" pela defesa da Liberdade.
Agora sim, agora não...

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Unza Unza Time



Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra
&
Kusturica:

* Promise Me This (Zavet)
* A vida é um milagre (Život je čudo), 2004
* Super 8 (filme), 2001, documentário
* Gato preto, gato branco (Crna mačka, beli mačor), 1998
* Underground - Mentiras de Guerra (Underground), 1995
* Arizona Dream, 1993
* O Tempo dos Ciganos (Dom za vešanje), 1988
* Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios (Otac na službenom putu), 1985
* Você se lembra de Dolly Bell? (Sjećaš li se, Dolly Bell), 1981
* Bar Titanic (Bifet Titanik), 1980
* As noivas estão chegando (Nevjeste Dolaze), 1979
* Guernica, 1978, curta-metragem

sábado, 12 de abril de 2008

o principezinho

Sem grandes comentários, apenas apontamentos, deixo-vos aqui uma coisa que já não é novidade: parte de uma entrevista ao jovem príncipe da SONAE, Tomás Azevedo.

Atenção que quem he chamou príncipe foi a Visão, não eu...mera escrava do mercado de trabalho que paga 600 euros aos trabalhadores qualificados que fazem pela vida.

Esta é a minha parte preferida da conversa, até porque o resto não passa de uma auto-biografia cor-de-rosa e presunçosa. Para quem quiser conferir e contextualizar a cena que se segue, aqui fica o link:
http://clix.visao.pt/Actualidade/Economia/Pages/entrevistatomasazevedo.aspx.

(...)

Fala muito de ricos e pobres, da exclusão social. Há muitos licenciados que são caixas de supermercado…

Porque a economia portuguesa não conseguiu adaptar-se às exigências do mundo actual e não consegue absorver as pessoas qualificadas. A grande culpa é de quem não soube aproveitar o dinheiro que a EU deu para reconstruirmos a economia com base no conhecimento e não na mão-de-obra barata.

E sabe quanto ganha um caixa de supermercado? Aceitava trabalhar como operador de caixa?

Se me desafiassem para ir conhecer o negócio do retalho como um anónimo que dá o seu contributo e a cara perante o cliente, aceitava o desafio. Mas sinto – e muitos têm o direito de sentir – que posso contribuir mais para a criação de valor do grupo e para o país, se puder usar mais o cérebro e menos o físico. Mas um caixa deve ganhar 600 euros líquidos.

Acha bem?

Nem bem nem mal, é o país que temos, que é mau. No século XXI, numa sociedade civilizada e inserida na UE, 600 euros só se justifica porque a economia tem tanta incapacidade de absorver as pessoas, que há quem aceite trabalhar por 600 euros. (o desemprego é bem pior, rapaz...)

O Tomás não aceitaria?

Em circunstâncias diferentes claro que sim. Se tivesse nascido num meio menos privilegiado teria de lutar pela vida. Mesmo assim tenho. Mas não resolve atacar os grupos económicos: os bancos, porque ganham muito dinheiro, pagam muito poucos impostos e maltratam quem lá trabalha; a Sonae porque paga mal aos seus funcionários e exige que eles trabalhem ao domingo… Esta discussão não existiria nos Estados Unidos, porque aí há muito mais consciência que é preciso fazer pela vida. Enquanto cá acham que o Estado é que deve fazer isso tudo por eles. (já não basta ganhar só 600 euros ainda temos de trabalhar ao fim-de-semana. Eu volta e meia trabalho, porque tenho folgas rotativas, que se não as tivesse estaria a fazer pela vida só de 2a a 6a, mas pronto...)

[Se a caixa registradora fosse da Apple e tivesse net sem fios...ainda vá que não vá]

Quando um licenciado aceita ser caixa de supermercado está a fazer pela vida. Ou não?

Com certeza. Tenho imenso respeito pelas pessoas que trabalham. O problema é a quantidade de portugueses que não querem trabalhar. Ainda recentemente uma notícia dava conta de uma empresa em Guimarães [a Amtrol-Alfa, multinacional americana] que não conseguia arranjar trabalhadores. E um licenciado que trabalha por 600 euros/mês, claro que é alguém que faz pela vida. É também verdade que 600 euros pode não ser a remuneração adequada para alguém com qualificação superior. Mas também é verdade que se essa pessoa não estivesse inserida num grande retalhista, como a Sonae ou a Jerónimo Martins, por exemplo, e tivesse, em alternativa, de trabalhar numa mercearia, as probabilidades de progredir na carreira eram muito inferiores. Na Sonae, se for bom e merecer, sobe na hierarquia. Tendo em conta que a geração de valor de um trabalhador da sonae é muito superior ao pib per capita em Portugal, embora a Sonae pague mal aos seus colaboradores, não paga pior do que os seus concorrentes. E paga melhor do que a média das empresas portuguesas. (pelo menos admite que a SONAE paga mal e se paga mal, não interessa se é mais ou menos que os concorrentes, é mal...e se alguém qualificado merece mais de 600 euros, porque é que só ganha 600 euros?...)

(...)

Perante isto só posso concluir uma coisa: sou mesmo pobre! Mas pelo menos não tão idiota...

segunda-feira, 7 de abril de 2008

poesia alentejana

Adoro estes poemas alentejanos...deixam-me inspirada. Esta descrição da natureza e a sua relação com o Amor...fantástico!

"Ê vi-te no tê jardim
Andavas colhendo hortelã!
Ê cá gosto de ti,
E tu??? Hãaa?"

--

"Perdi a minha caneta
Lá prós lados da Varzea
Se lá fores e a vires
Trázea!!!"

--

"Subi acima de uma arvori
Para ver se te via
Como não te vi,
Desci-a"

--

Subi a um ecaliptre
Com o tê retrato na mão
Desencaliptrê-me lá de cima,
Malhê com os cornos no chão!"

domingo, 6 de abril de 2008


I love your eyes, my dear
Their splendid sparkling fire
When suddenly you raise them so
To cast a swift embracing glance
Like lightning flashing in the sky
But there's a charm that is greater still
When my love's eyes are lowered
When all is fired by passion's kiss
And through the downcast lashes
I see the dull flame of desire

quarta-feira, 26 de março de 2008

descobre as diferenças!

Black Eyed Peas VS Alanis Morissette

[Black Eyed Peas - My Humps]


[Alanis Morissette "My Humps" video]

O último minuto da versão Alanis é mesmo muito bom! Nunca imaginei que ela fosse senhora para fazer um trabalho destes... Lá está: temos de ser mesmo loucos!

;)

manual de sobrevivência



[Alanis Morissette - Crazy (Seal Cover)]

É preciso ser mesmo louco para andar neste mundo e... sobreviver. Sobretudo a nós próprios.

pópós amarelos em dia de páscoa

Não, este ano não comi amêndoas. Decidi regressar ao Porto a meio do dia e quando estava a entrar na mítica cidade de Leiria, rumo à gare, deparo-me com este bicho estacionado antes duma rotunda.
Apesar de ter sido uma cena à paparazzi, três voltas à dita rotunda foram necessárias para captar estas fotos. Mas pronto, a minha mãe agarrou-se ao volante, eu pendurei-me com o vidro aberto e a saga só terminou quando consegui registar esta preciosidade que nos apresento!

>>Pópó amarelo disfarçado de Rato Mickey:







Publicidade a empresa de controlo de pragas www.trulynolen.com

E não é que resulta?

Ora toma lá!

terça-feira, 25 de março de 2008

sexta-feira, 21 de março de 2008

Pergunta-me

Pergunta-me
se ainda és o meu fogo
se acendes ainda
o minuto de cinza
se despertas
a ave magoada
que se queda
na árvore do meu sangue

Pergunta-me
se o vento não traz nada
se o vento tudo arrasta
se na quietude do lago
repousaram a fúria
e o tropel de mil cavalos

Pergunta-me
se te voltei a encontrar
de todas as vezes que me detive
junto das pontes enevoadas
e se eras tu
quem eu via
na infinita dispersão do meu ser
se eras tu
que reunias pedaços do meu poema
reconstruindo
a folha rasgada
na minha mão descrente

Qualquer coisa
pergunta-me qualquer coisa
uma tolice
um mistério indecifrável
simplesmente
para que eu saiba
que queres ainda saber
para que mesmo sem te responder
saibas o que te quero dizer

[Mia Couto - Raiz de orvalho e outros poemas]

21-03 Dia Mundial da Poesia

quarta-feira, 12 de março de 2008

Viva o puritanismo e conservadorismo americano viva!

video

Sem comentários ao ridículo que este homem é e à hipocrisia doseu discurso. Eis a imagem de um político americano, Elliot Spitzer, que construiu toda a sua carreira através de uma política puritana e conservadora, propagando pelo Estado de Nova Iorque a moral e a decência, a pedir desculpas por se ter envolvido numa rede internacional de prostituição de luxo.
A fé na política começa e acaba aqui.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Björk no Sudoeste

A verdadeira revelação: Björk no Sudoeste! Que mais posso pedir este ano?

"Unravel"

while you are away
my heart comes undone
slowly unravels
in a ball of yarn
the devil collects it
with a grin
our love
in a ball of yarn

he'll never return it

so when you come back
we'll have to make new love

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

lover, you should've come over




Looking out the door
I see the rain fall upon the funeral mourners
Parading in a wake of sad relations
As their shoes fill up with water

Maybe I'm too young
To keep good love from going wrong
But tonight, you're on my mind so
You never know

Broken down and hungry for your love
With no way to feed it
Where are you tonight?
Child, you know how much I need it.
Too young to hold on
And too old to just break free and run

Sometimes a man gets carried away,
When he feels like he should be having his fun
Much too blind to see the damage he's done
Sometimes a man must awake to find that, really,
He has no-one...

So I'll wait for you... And I'll burn
Will I ever see your sweet return?
Oh, will I ever learn?
Oh, Lover, you should've come over
Cause it's not too late.

Lonely is the room the bed is made
The open window lets the rain in
Burning in the corner is the only one
Who dreams he had you with him
My body turns and yearns for a sleep
That won't ever come
It's never over,
My kingdom for a kiss upon her shoulder
It's never over,
all my riches for her smiles when I slept so soft against her...
It's never over,
All my blood for the sweetness of her laughter...
It's never over,
She's a tear that hangs inside my soul forever...

But maybe I'm just too young to keep good love
From going wrong
Oh... lover you should've come over...

Yes, and I feel too young to hold on
I'm much too old to break free and run
Too deaf, dumb, and blind
To see the damage I've done
Sweet lover, you should've come over
Oh, love, well I'll wait for you
Lover, you should've come over
'Cause it's not too late.

:: Jeff Buckley ::

sábado, 9 de fevereiro de 2008

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

humor negro

Bunnies Suicide



Mais tarde....

radiografia



Esta poderia ser uma radiografia do meu dia-a-dia laboral, se tal radiografia fosse possível. Tudo começa num primeiro e pequeno ponto: uma questão, uma situação, uma acção. Resultado: muitas questões, muitas situações, e na maior parte das vezes, poucas acções. Consequentemente, também a minha paciência se ramifica, de tal forma que por vezes se perde dela mesma. E de mim. Resta-me então, ao fim de mais um dia de trabalho, apreciar a beleza desta imagem, dando à minha vida um significado.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

velho



Velho caprichoso, o Tempo. Sábio, de cabelos brancos tecem na memória as lembranças gravadas na pele. Rugas: a mão engelhada apazigua as almas. Mas porquê o olhar vazio, como o nosso quando com nostalgia nos embriagamos? Lágrimas apenas o salgam e a tristeza da sua passagem chama-se saudade. De nós e dele: tempo ido e vida passada. E o velho relógio continua a contar, grisalho e altivo, as horas, os dias, os anos. A passar.

something






não se explica. nem tem porque se explicar. ***

sábado, 26 de janeiro de 2008

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Rasgo de criatividade

É o que se pede nesta iniciativa, a cargo do Nuno Neves, amigo de JCC:


"Cria o teu Videoclip" - inserido na 3.ª edição do Festival EP ao Vivo, que este ano se realiza nos dias 29 de Março e 5 de Abril, no Auditório da Junta de Freguesia de Espinho, em Espinho.

Aqui vão as principais regras do concurso:

-- O participante deve escolher uma das músicas que vai ter à disposição, com o intuito de realizar um videoclip;
-- O videoclip pode ser criado em qualquer estilo (animação 3D, 2D, Stop Motion, Documentário, etc, etc);
-- O produto final deve ser colocado no canal do festival no Youtube.com, e enviado, via correio, para o director do Festival, num DVD, com formato AVI;
-- O participante deve enviar um e-mail para epmusica@gmail.com com Nome, Idade, Localidade, Profissão, de forma a proceder à inscrição no concurso;
-- O prazo limite de entrega dos videoclips é 24 de Março, cinco dias antes do início do festival.
-- O prémio final será acertado até ao final desta semana, ou seja, dia 27 de Janeiro.


Toca a participar! :)

a minha metáfora

comecei a ler quando de noite apenas te

imaginava na nudez dos meus sonhos

ardendo em calor e me chamavas água



ainda hoje te chamo metáfora

(e a tua voz não se calou)



Pedro Sena-Lino, Biofagia (ed. Quasi, 2003)

morte na antártida












caça comercial de baleias.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Onda de Choque!

Onda Choc -Ela só quer só pensa em namorar(circo alegria) 91

LOL

Trabalhadores do Comércio - parte II

De manhã eu bou ò pão - este é mesmo só para ouvir, mas é demais!!! Adoro esta música :)Homenagem à inesquecível noite em que esta cançoum me foi dada a conhecer em plena Invicta pela Sara, Cátia e Ana :)

Trabalhadores do Comércio - parte I

Taquetinho ou lebas nu fucinho (1982) em duas palavras: especta cular!!!!

idioteque [baptismo]



who's in bunker?

pelo caminho

Venho por este meio lançar um repto à população em geral e aos utilizadores dos transportes públicos em específico:

- Epá! Tomem banho e escovem os dentes pelo menos de manhã!!!!!!! É este o desafio que tenho para as pessoas que andam de autocarro comigo todas os dias.

[ Se de manhã quase caio para o lado com náuseas provocadas por todo o tipo de odores que cuja origem muitas vezes prefiro desconhecer, imaginem ao fim do dia! ]

Para as autoridades sanitárias o desafio é outro: comecem a multar esta gente!


Estou a falar a sério.

Horror -wood

Não percebo como uma jovem (21 anos) e rica actriz de Hollywood pode ter este aspecto decadente. Aqui fica um retrato social. Triste.
Srs e Sras, Mary Kate OLsen:



segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

uma porta aberta




recordem-se deste lugar, porque talvez nunca mais tenham esta sensação de descoberta.

In "A Sétima Porta"